Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
Logo_endereco_prin-1
Campanha Outubro Rosa e Novembro Azul

Campanha Outubro Rosa e Novembro Azul

Criada em 03/10/16 12:31. Atualizada em 30/01/17 15:20.

 

O movimento popular Outubro Rosa e Novembro Azul é internacional, e objetiva estimular a participação da população no controle do câncer de mama nas mulheres e de próstata nos homens.

Anualmente, várias atividades são realizadas com o objetivo de compartilhar informações sobre o tema, promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

O mês de outubro é o mês do combate ao câncer de mama, e todo país abraça essa causa criando campanhas com intuito de conscientizar as mulheres de nosso Brasil a se auto examinarem e procurarem um médico ou posto de saúde e tirar suas dúvidas em relação a esse caso que vem sendo mais comum entre as mulheres.

O câncer de mama tem cura, e quanto mais cedo detectado, maior a chance de se obter a cura, dai então a importância de verificar sempre através de exames de rotina. 

É uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido enquanto outros são mais lentos.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), são esperados 57.960 casos novos de câncer de mama este ano no Brasil. A idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença (cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos). Outros fatores que aumentam o risco da doença são fatores ambientais e comportamentais, Fatores da história reprodutiva e hormonal e Fatores genéticos e hereditários.

Em grande parte dos casos, o câncer de mama quando detectado em fases iniciais há mais chances de tratamento e cura. Todas as mulheres, independentemente da idade, podem conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres.

Outubro Rosa, não deixe a sua saúde passar em branco.

Exame: mamografia

Para mulheres entre 50 e 69 anos, a indicação do Ministério da Saúde é que a mamografia de rastreamento seja realizada a cada dois anos. Esse exame pode ajudar a identificar o câncer antes do surgimento dos sintomas.

O Sistema Único de Saúde (SUS) garante a oferta gratuita de exame de mamografia para as mulheres brasileiras em todas as faixas etárias. A recomendação, por parte dos médicos, é que a avaliação seja feita antes dos 35 anos somente em casos específicos.

O mês de novembro é internacionalmente dedicado às ações relacionadas ao câncer de próstata e à saúde do homem e busca Conscientizar homens para prevenção do câncer de próstata

O câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens. As taxas da manifestação da doença são cerca de seis vezes maiores nos países desenvolvidos.

Cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos. Quando diagnosticado e tratado no início, tem os riscos de mortalidade reduzidos. No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos por este grupo.

A próstata é uma glândula que só o homem possui, localizada na parte baixa do abdômen. Situa-se logo abaixo da bexiga e à frente do reto. A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. Ela produz cerca de 70% do sêmen, e representa um papel fundamental na fertilidade masculina.

Homens a partir dos 50 anos devem procurar um posto de saúde para realizar exames de rotina. Os sintomas mais comuns do tumor são a dificuldade de urinar, frequência urinária alterada ou diminuição da força do jato da urina, dentre outros. Quem tem histórico familiar da doença deve avisar o médico, que indicará os exames necessários.

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que todos os homens com 45 anos de idade ou mais façam um exame de próstata anualmente, o que compreende o toque retal feito e o PSA. Segundo especialistas, o toque retal é considerado indispensável e não pode ser substituído pelo exame de sangue ou por qualquer outro exame, como o ultrassom, por exemplo.

Individualmente podemos melhorar nossa condição de saúde com uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais e com menos gordura, principalmente as de origem animal, que ajuda a diminuir o risco do câncer.

Especialistas recomendam pelo menos 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.

A equipe do SIASS-UFG durante os meses de Outubro e Novembro, ao realizar as atividades rotineiras, intensificará a abordagem desse tema com objetivo de sensibilizar e mobilizar mulheres e homens sobre a importância de se cuidar, afinal, para se viver bem, a saúde vem em primeiro lugar!

Veja também a divulgação pelo Ministério da Saúde no Portal Brasil clicando aqui

Fonte : Portal Brasil

Categorias : Saúde prevenção Campanha câncer

Listar Todas Voltar