Weby shortcut
Logo_endereco_prin-1
  • Entrega de EPI

    Café com Segurança no IQ/UFG

    Na tarde do dia 19 de Abril de 2018 foi entregue EPI"s para os servidores que desenvolvem atividades no IQ/UFG. O evento foi organizado pela Comissão Interna de Saúde do Servidor Público - CISSP do Instituto de Química com apoio do SIASS que vêm trazendo destaque fundamental na promoção e prevenção de acidentes. 

    Leia mais...

  • Ver todas
  • CAMPANHA INTERINSTITUCIONAL JUNHO VIOLETA: Combate de Violência Contra a Pessoa Idosa.

    CAMPANHA INTERINSTITUCIONAL JUNHO VIOLETA

    13 Junho a 13 Dezembro

    FLYER FRENTE - CAMPANHA INTERINSTITUCIONAL JUNHO VIOLETA: Combate de Violência Contra a Pessoa Idosa.      CAMPANHA INTERINSTITUCIONAL JUNHO VIOLETA: Combate de Violência Contra a Pessoa Idosa.

     

     

         O DASS / SIASS UFG em parceria com o Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão em Envelhecimento - NEPEV UFG  realizam a primeira edição da Campanha Interinstitucional JUNHO VIOLETA: Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa.

         A ação consiste na conscientização da população através de um planfetaço: distribuição de material gráfico específico sobre o tema. Serão dois momentos no dia 17/06: das 9:00 às 11:00h no Terminal Praça da Bíblia e das 14:00 às 16:00h no Hospital das Clínicas (hall da entrada principal)

         O mês de Junho é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) o mês de Conscientização de Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa, sendo o dia 15/06 a data mundial com diversas ações em todo o mundo. O objetivo da campanha é conscientizar as pessoas sobre as formas que essa violência pode se expressar e os canais de ajuda e denúnica dessa prática covarde. 

         A violência contra o idoso muitas vezes acontece no âmbito da violência doméstica ou familiar (OMS, 2017).

         Entende-se “violência” como “agressões”, “abusos” e “maus tratos”, pois referenciam o  sentido de dano causado à pessoa idosa (Minayo, 2008; Muchembled, 2012).

         A Política Nacional de Redução de Acidentes e Violências”, aprovado como a Portaria 737 do  Ministério da Saúde de dia 16 de maio de 2001 (Brasil, 2005) define abuso físico, maus-tratos físicos ou violência física; abuso psicológico, violência psicológica ou maus-tratos psicológicos, traduzidos pelas agressões verbais; abuso sexual ou violência sexual; abandono; negligência; abuso financeiro ou econômico; autonegligência.

         Incluem-se ainda: a discriminação; a exclusão do idoso do mercado de trabalho ou a exploração de sua mão de obra; a poluição sonora; a violência medicamentosa, consistindo no uso inapropriado ou excessivo de remédios não prescritos (Brasil, 2005).

         As principais motivações de agressão e violência são uso de álcool, proximidade física, dependência financeira do agressor em relação ao idoso e relacionamento permeado de violência entre ambos; os sentimentos experimentados foram tristeza, decepção, raiva, injustiça, angústia e revolta (Agressor, 2015).

     

    Para mais informações sobre o NEPEV, clique no LINK: https://nepev.prpi.ufg.br/

     

    Para mais informações sobre o CREAS mais próximo de sua região, clique no LINK: http://www4.goiania.go.gov.br/portal/site.asp?s=782&m=2641

    Leia mais...

  • Ver todos
  • sindrome bounout

    Síndrome de Burnout

    Você conhece a Síndrome de Burnout? O termo foi cunhado nos anos 1970 pelo psicólogo americano Herbert Freudenberger. Ele descrevia o Burnout como consequência do alto nível de estresse e excesso de expectativas sofrido por pessoas em profissões que envolviam assistência à terceiros – como os professores, Técnicos Administrativos e profissionais de saúde.
     
    Atualmente entende-se a Síndrome de Burnout como uma reação do organismo às pressões sofridas na profissão.